Close

Aleatórias de 2ª Feira – Surge um novo nome na disputa pela prefeitura de Ji-Paraná e Isaú Fonseca deve ficar fora da eleição

Novo nome

Em Ji-Paraná a disputa pela prefeitura deve ter um novato no páreo. O empresário Alexandre Dartiballe (PSL), proprietário do Hotel Maximus vem sendo cogitado por um grupo que quer mudar o cenário político local. A conversa passou a circular com força na cidade e já se fala em polarização entre Dataliba e o ex-presidente da Câmara de Ji-Paraná Isaú Fonseca, que poderá não ser candidato por ter sido condenado em 2015 pelo Tribunal de Justiça de Rondônia em ação de improbidade administrativa

Explicando

Isaú Fonseca foi condenado em 2015 a suspensão dos direitos políticos e proibição de realizar contratos, receber benefícios ou incentivos fiscais, ainda que por meio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário. A ação foi movida pelo Ministério Público e já transitou em julgado (não cabe recurso). Além dos 3 anos, a Lei da Ficha Limpa amplia a inelegibilidade de Isaú para 8 anos, portanto ele só poderá disputar eleição em 2024 (a punição encerra em 2023). Ele garantiu ao MDB que ‘está tudo certo’ e pode ser candidato, mas dificilmente ele conseguirá essa proeza. No final da coluna, o acórdão do julgamento na íntegra.

Direita disputando Bolsonaro

O grupo que apóia Alexandre Dartiballe está trabalhando para ter o apoio de Jair Bolsonaro à candidatura do provável candidato. Mas o advogado Lincoln Astrê, que é pré-candidato e se auto-intitulou “LIncoln Bolsonaro”, garante que o apoio presidencial é dele. Normalmente quando ocorre esse tipo de impasse, o apoiador costuma ficar neutro. À conferir.

Sumiu

O prefeito de Porto Velho Hildon Chaves não está na cidade. Informações sobre seu paradeiro estão desencontradas. Fontes seguras afirmam que ele está dando um rolé nas praias do México com a família e deve ficar lá por  12 dias. Já a prefeitura garante que ele está em Brasília ‘buscando recursos’. O problema é que por aqui está tudo fechado e os órgãos federais estão atendendo online. O Congresso também só sessão virtual. Portanto, a hipótese mais provável é que ele realmente esteja no México. Os vereadores não foram avisados de sua viagem, seja para Brasília ou México e Porto Velho está sem prefeito. E o vice também sumiu, mas faz tempo.

Apareceu

Tem gente próxima a Hildon Chaves garantindo que ele vai à reeleição e terá o ex-deputado federal Lindomar Garçon como vice. 

Apoio à cultura

Rondônia receberá do Ministério do Turismo R$ 31.155.659 para apoiar ações emergenciais voltadas ao setor cultural e seus trabalhadores durante a pandemia de coronavírus. O recurso poderá ser usado para pagamento de renda emergencial mensal aos trabalhadores da cultura – R$ 600 pelo período de três meses -,  subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais – entre R$ 3 mil e R$ 10 mil – e iniciativas de fomento cultural, como: editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos, de produções, entre outros. Para as ações de fomento foi definido um percentual mínimo de 20%, o equivalente a R$ 600 mil.

Acórdão

Jornalista, consultor em comunicação e gestão de crise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments
Total
1
Share
scroll to top