Close

Aleatórias de 6ª – Sem ter o que fazer no Senado, Marcos Rogério enche miolo de pote com discurso populista e genérico

Compromissado

Daniel Pereira é o ‘homem dos compromissos’, e nunca pode ser candidato. Em 2018, quando era governador, sindicatos, entidades representativas e aliados cobravam que ele fosse candidato à reeleição. Ele então alegou “compromisso” e não disputou a eleição. Na época afirmou que apoiaria a candidatura de Acir Gurgacz e deu no que deu. Nesta sexta-feira, ele ‘vazou’ que faria um anúncio importante, e muitos acreditaram que ele estaria na disputa, desta vez pela prefeitura de Porto Velho. Mas, para que isso acontecesse ele teria que desincompatibilizar da presidência do SEBRAE, o que não ocorreu. Era apenas a criação de um fato político. Pereira, em live por rede social, afirmou que “tinha compromisso”, e não era desta vez, de novo. Anunciou o nome do coronel (mais um) Ronaldo Flores para disputar pelo SD a eleição deste ano. 

https://www.facebook.com/DanielPereiraRondonia/videos/350699789653466/

Outro pré-candidato

Na tarde da última quinta-feira, o PROS fechou em relação à pré-candidatura do deputado estadual Anderson Pereira à prefeitura de Porto Velho. A decisão foi tomada em reunião da executiva.

Vinicius Miguel desincompatibiliza

O professor universitário Vinicius Miguel pediu afastamento da Universidade Federal de Rondônia e também vai entrar na disputa pela prefeitura de Porto Velho. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira. Já o prefeito Hildon Chaves, que diz não querer a reeleição porque “acredita na alternância” (e tem quem acredite nele), apareceu depois de uma temporada de 10 dias em um evento de iluminação da ponte sobre o Rio Madeira e se fez de desentendido. Tanto em relação ao sumiço quanto a reeleição.

LEIA+
PDT em RO 'coliga' com Rede e Cidadania sem autorizar em convenção para dar tempo de TV a Vinicius Miguel

Eyder vem aí

O deputado estadual Eyder Brasil também confirmou sua candidatura a prefeitura de Porto Velho.

Com esses anúncios

O quadro começa a clarear. Na reta final devem ser definidos as duas principais candidaturas. A do prefeito diz não querer a reeleição porque “acredita na alternância” e Léo Moraes, que também está na moita aguardando o prazo final. 

Substitutos

O plano B do grupo ligado a Hildon é Maurício Carvalho, o plano C Thiago Tezzari e na reserva, Lindomar Garçon. O MDB deve mesmo lançar Williamens Pimentel ou tentar capitalizar, para assumir uma vice.

Na falta do que mostrar

O senador Marcos Rogério anda com problemas sérios. Na falta de trabalho para mostrar, fica com conversa de encher miolo de pote. Em pronunciamento esta semana, soltou a pérola, sem qualquer critério apoiado em pesquisa, parte dos cientistas continua negando a eficácia dos únicos medicamentos “mais plausivamente adequados para combater os efeitos do coronavírus”. Fala sério, de onde ele tirou isso? Que medicamentos cara-pálida? Tá tudo ai, liberado para quem quiser, do ozônio a cloroquina. Discurso populista para desviar o foco do que realmente interessa, sua total inutilidade no Senado Federal.

Para ver o festival de potocas contadas por ele, CLIQUE AQUI

Jornalista, consultor em comunicação e gestão de crise

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments
Total
1
Share
scroll to top