fbpx

Ariquemes cancela carnaval pelo 7° ano consecutivo; em Porto Velho, comerciantes reclamam da festa

A prefeitura de Ariquemes (RO) anunciou o cancelamento do carnaval de rua para 2020. Este é o 7° ano que o poder executivo não promove a festa.

O carnaval não é realizado desde 2014 pela prefeitura, que anualmente alega corte de gastos e baixo orçamento para o evento carnavalesco.

Em Porto Velho, porém, vai ter folia. E os comerciantes estão reclamando. Um texto que circula em grupos de Whatsapp e perfis de redes sociais, questiona os prejuízos causados ao comércio devido a festa. Veja:

O pobre Carnaval de Porto Velho, a quem interessa?

De 14 a 29 de fevereiro, da Zona Sul ao Centro, acontece o “Carnaval” de Porto Velho. Onde todos os anos são homenageados, ou melhor, privilegiados meia dúzia de “promotores de eventos”, os famosos donos de blocos, que faturam alto com seus abadas e camarotes open bar em plena via pública…

Fazem das ruas seus clubes, tendo as calçadas e canteiros como mictórios. A turma da SEMUSB fica responsável pela limpeza e zeladoria, a SEMTRAN cuida do transito e Policia Militar da Segurança… Show de bola, negócio da China…

E o comercio local? Esse que feche as suas portas e protejam suas fachadas e vitrines… afinal são só 15 dias de Carnal em Porto Velho… Tudo sob a benção da Fundação Cultural de Porto Velho.

A cidade perde mais uma vez a oportunidade de fazer uma festa organizada e lucrativa em local adequado, com segurança privada, praça de alimentação, banheiros químicos e estacionamento próprio. Onde, certamente despertaria o interesse de grandes empresas em expor suas marcas patrocinando os custos, além do interesse de redes de tvs em transmitirem uma festa bonita e bem-feita. Tudo isso fomentaria o turismo, atraindo foliões do interior e dos estados vizinhos, gerando empregos e riqueza para a cidade…

Hoje podemos dizer que os 15 dias de Carnaval em Porto Velho dão prejuízo: Prejuízo para o comercio formal, que além de fechar suas portas, gasta com segurança privada e tapumes…

Prejuízo ao estado, pois de fato a arrecadação cai nesse período…
Prejuízo a SEMUSB e SEMTRAN, que pagam horas extras a seus funcionários…

Prejuízo a Policia Militar, que gasta á mais com combustíveis e tem que deslocar seu efetivo para os locais das festas, que varam as madrugadas…

Prejuízo aos moradores dos bairros que tem noites perturbadas, barulho e constrangimentos dos mais variados, locomoção, sujeira e fechamento de vias…

Prejuízo ao folião em geral que fica na cidade, que não tem uma festa organizada, sadia e segura para desfrutar…

A quem mais interessa o carnaval como está?

Deixe um comentário

Total
17
Share