Cargo ocupado por ex-mulher de Marcos Rogério na Aneel tem que ser autorizado por comissão que ele preside no Senado

Envie para seus amigos

A agora ex-esposa do senador Marcos Rogério (DEM), Andréia Schmidt Brito que teria sido nomeada na Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) como assessora da direção do órgão, teve que ter sua nomeação aprovada pela Comissão de Serviços de Infraestrutura, que por acaso é presidida por seu ex-marido.

De acordo com o Regimento Interno do Senado:

Art. 104. À Comissão de Serviços de Infraestrutura compete opinar sobre matérias pertinentes a:

I – transportes de terra, mar e ar, obras públicas em geral, minas, recursos geológicos, serviços de telecomunicações, parcerias público-privadas e agências reguladoras pertinentes;

Mas, esse não foi o primeiro emprego público da engenheira Andréia Schmidt Brito na capital federal. Até o ano passado, ela era chefe de gabinete do Arquivo Público do Distrito Federal e em agosto de 2019 ela teve que dar explicações, após ter viajado para Portugal em junho fazer mestrado.

Na época, foi apresentado um pedido de exoneração de Andréia com data anterior a viagem, que só foi publicado posteriormente, em suplemento do Diário Oficial.

De acordo com uma publicação do site Correio de Notícias, que foi apagada, Marcos Rogério e Andréia não estão mais juntos. O senador estaria namorando uma advogada do interior.

O senador deve estar andando muito nos últimos tempos, porque este ano, apenas nos primeiros quatro meses, ele já queimou mais de R$ 37 mil apenas em combustíveis.

Na foto de capa, Andréia Schimidt, a nova assessora da ANEEL.

Deixe um comentário