fbpx

Coronavírus: São Miguel do Guaporé e Guajará-Mirim em RO pedem socorro

Envie para seus amigos

Municípios registram números assustadores da doença; em Guajará, população cobra hospital, que foi promessa de campanha do governador

São Miguel do Guaporé, município da. região do Vale do Guaporé em Rondônia tem aproximadamente 21 mil habitantes (maioria de área rural) e registra 594 casos de coronavírus e 6 mortos, até ontem, terça-feira 16. Como se trata de uma cidade pequena, onde praticamente todos se conhecem, a doença se revela mais brutal. O primeiro caso de coronavírus no município foi registrado em 11 de maio, por um trabalhador da área de saúde.

Desde então a prefeitura vem tentando conter o avanço da doença sem sucesso, chegando até mesmo a decretar lockdown, mas a pressão do comércio pela reabertura, e a insistência de muitos em não considerar os perigos da doença sabotaram todas as medidas de contenção. O município deverá ultrapassar os 600 casos nesta quarta-feira.

Em Guajará-Mirim a situação não é diferente. Com uma população estimada em pouco mais de 46 mil, o município havia registrado até ontem, 16, 766 casos e 34 mortos. A cidade não consegue conter o avanço da doença e a rede hospitalar não consegue atender a demanda. Moradores gravaram um vídeo pedindo que o governador Marcos Rocha (PSL) conclua as obras do hospital da cidade, uma promessa feita na campanha que até hoje não foi cumprida.

Em Rondônia já foram registrados 346 mortes pela doença, de acordo com números do governo. Mesmo assim, desde ontem, 16, que teve início o processo de reabertura do comércio em várias cidades, em uma ação do próprio governo.

Deixe um comentário