Deputado Geraldo da Rondônia é acusado de agredir dançarina em balada em plena pandemia

Envie para seus amigos

O deputado estadual Geraldo da Rondônia foi acusado no último sábado de agredir a dançarina de uma banda que se apresentou em Ariquemes, em uma festa no sábado, em plena pandemia provocada pelo coronavírus.

A dançarina Bárbara Carolina, que é engenheira e representante comercial, se apresenta com a banda em eventos por todo o Estado, e contou que no último sábado estavam participando de um evento em Ariquemes. Em determinado momento ela saiu para uma pausa, quando foi abordada por um homem que se dizia assessor do deputado, propondo que ela e a outra dançarina, ficassem na mesa do parlamentar ‘por alguns minutos’ em troca de um pagamento.

Ela afirma que recusou o pedido. Após o fim do show, ela estava novamente do lado de fora da balada, quando o próprio Geraldo teria chegado próximo e destratado ela e os demais integrantes da banda, afirmando que eles “não tinham carro para ir embora”, e teria passado a ofende-la. Ela então afirma que, sem saber de quem se tratava, respondeu as ofensas e foi agredida com um tapa no rosto.

A dançarina afirma que registrou boletim de ocorrências contra o parlamentar.

Veja o depoimento que ela registrou em suas redes sociais:

Em suas redes sociais, o parlamentar se pronunciou, alegando estar sendo vítima de ‘fake news’.

Geraldo da Rondônia já foi infectado pelo coronavírus, e ao invés de dar exemplo à sociedade, ao que tudo indica, prefere ficar se expondo em baladas pela cidade de Ariquemes.

Deixe um comentário