Em 2018, Gilvan Ferro tentou anular condenação e STF negou

Envie para seus amigos

O ex-secretário de Assuntos Penitenciários de Rondônia, Gilvan Cordeiro Ferro, que foi preso em Seabra, na Bahia na semana passada, havia tentado anular a sentença condenatória imposta pelo Tribunal de Justiça de Rondônia no Supremo Tribunal Federal, que não acatou o recurso.

Em 2013 ele também foi condenado a perda de função pública (era sargento da Polícia Militar de Rondônia e a pagamento de multa, por improbidade administrativa. CLICANDO AQUI você pode conhecer os detalhes do caso.

Deixe um comentário