Blog do Painel Político – Alan Alex Saia da bolha!! 2020-04-08T20:04:45Z https://blogdopainel.com/feed/atom/ WordPress https://blogdopainel.com/wp-content/uploads/2020/01/cropped-logo-blog-32x32.jpg blogpainel https://painelpolitico.com <![CDATA[Abertura do comércio em Ariquemes vira ‘guerra de liminares’]]> https://blogdopainel.com/?p=775 2020-04-08T20:04:45Z 2020-04-08T20:04:36Z Via blogdopainel

Defensoria quer regras mais rígidas e prefeitura a abertura do comércio O município de Ariquemes, em Rondônia (200km da capital, Porto Velho) virou palco de uma verdadeira queda de braço entre a prefeitura e a defensoria pública. O imbróglio começou na semana passada. O prefeito Thiago Flores publicou decreto que autorizava a abertura de vários […]

The post Abertura do comércio em Ariquemes vira ‘guerra de liminares’ appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
Via blogdopainel

Defensoria quer regras mais rígidas e prefeitura a abertura do comércio

O município de Ariquemes, em Rondônia (200km da capital, Porto Velho) virou palco de uma verdadeira queda de braço entre a prefeitura e a defensoria pública.

O imbróglio começou na semana passada. O prefeito Thiago Flores publicou decreto que autorizava a abertura de vários segmentos no comércio, entre eles pet shops e salões de beleza e barbearias. O decreto foi publicado na sexta-feira.

No fim de semana, a juíza plantonista Juliana Couto Matheus Maldonado de Martins concedeu uma liminar, atendendo um pedido da Defensoria Pública, determinando que o prefeito revogasse o decreto. Para a juíza, “a disputa entre salvar vidas e preservar empregos durante a pandemia do novo coronavírus “é um falso dilema”. Nesse sentido, há um artigo assinado em conjunto pela diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI) Kristalina Georgieva e o diretor geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) Thedros Adanom, e publicado em vários jornais do mundo nesta sexta-feira, 3, “a medida que o mundo responde à Covid-19, país após país, é confrontado com a necessidade de conter a propagação do vírus às custas da paralisação de sua sociedade e economia. Pelo valor nominal há uma troca a ser feita, salvar vidas ou salvar meios de subsistência. Esse é um dilema falso – se é que ele existe. Controlar o vírus é um pré-requisito para manter os meios de subsistência”, disse a magistrada.

Porém, na segunda-feira, 8, uma nova decisão, desta vez do juiz Alex Balmant, da 4a Vara Cível destacou, “com devida vênia à magistrada que concedeu a tutela de urgência, em sede de plantão judiciário, suspendendo os efeitos do referido decreto municipal, tenho que, sob o aspecto material, quer-me parecer que referido ato judicial viola os princípios da razoabilidade e da proporcionalidade e, ainda, a livre iniciativa, prevista no art. 1o, inc. IV (que a proclama como um dos fundamentos da República Federativa do Brasil) e no art. 170, ambos da CF/1988”.

Decreto do prefeito deu início a confusão

E acrescentou, “nos locais onde há baixa circulação do coronavírus e, consequentemente, baixa necessidade de uso das estruturas dos serviços de saúde, se garantidas as condicionantes, a retomada de forma gradual da atividade laboral e econômica é possível”.

E concluiu: “Portanto, pelos fundamentos expendidos alhures, rogando vênia à magistrada plantonista, não visualizo o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo, acaso a decisão seja proferida ao final, razão pela qual, REVOGO a decisão concedida em plantão judiciário e que suspendeu os efeitos do Decreto Municipal no. 16.385, de 03 de abril de 2020, autorizado a plenitude de seus efeitos, tornando, assim, sem efeito a aplicação da multa, permitindo, inclusive, a toda evidência, a possibilidade de ser revisto esse entendimento, caso conclua o Poder Público e seus órgãos competentes, em razão de circunstâncias fáticas, pela alteração das medidas até aqui já impostas”. Veja a íntegra da decisão:

Nesta quarta-feira, a Defensoria Pública recorreu da decisão, pedindo que volte a decisão da juíza plantonista. Na peça, os advogados destacam:

tal entendimento (da juíza Juliana Couto) vai de encontro a dados científicos, consistindo em fato público notório, que até mesmo prescinde de provas, nos termos do artigo 374, I, do CPC, e por isso, a decisão proferida pelo Juízo primevo não merece prosperar e deve ser integralmente reformada, para a concessão da tutela de urgência por ele revogada, que garante a manutenção das medidas de isolamento social, notadamente, a restrição das atividades comerciais não essenciais.”

Veja a íntegra do recurso da defensoria em Ariquemes:

Por enquanto, está valendo a decisão do juiz. Mas, tudo pode mudar.

The post Abertura do comércio em Ariquemes vira ‘guerra de liminares’ appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
0
blogpainel https://painelpolitico.com <![CDATA[Polícia Civil manda recolher armas, carteiras funcionais e acessórios de peritos em Rondônia]]> https://blogdopainel.com/?p=768 2020-04-08T17:07:09Z 2020-04-08T13:57:17Z Via blogdopainel

Ordens estão sendo cumpridas na manhã desta quarta-feira A Polícia Civil de Rondônia determinou a busca e recolhimento de armas de fogo e seus acessórios, carteira funcional da Polícia Civil, munições, algemas, coletes e quaisquer outros materiais que estiverem em poder dos servidores da Polícia Técnica. Na manhã desta quarta-feira, os delegados 1. CORE – […]

The post Polícia Civil manda recolher armas, carteiras funcionais e acessórios de peritos em Rondônia appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
Via blogdopainel

Ordens estão sendo cumpridas na manhã desta quarta-feira

A Polícia Civil de Rondônia determinou a busca e recolhimento de armas de fogo e seus acessórios, carteira funcional da Polícia Civil, munições, algemas, coletes e quaisquer outros materiais que estiverem em poder dos servidores da Polícia Técnica.

Na manhã desta quarta-feira, os delegados

1. CORE – Delegado de Polícia Wilian Sanches 2. DEI – Vital Salvino Otoni
3. DENARC – Raimundo Mendes de Souza
4. DPE – Delegado de Polícia Paulo Kakionis

5. DEPOM – Delegada de Polícia Rosilei Lima
6. DPI – Delegado de Polícia Jeremias Mendes de Souza

Saíram para cumprir as ordens de busca.

Os peritos criminais não podem portar armas.

O Projeto de Lei 6438/19, do Executivo, que autoriza o porte de armas para diversas categorias como guardas municipais; agentes socioeducativos; polícia penal; auditores agropecuários; peritos criminais; agentes de trânsito; oficiais de justiça; agentes de fiscalização ambiental; defensores e advogados públicos ainda não foi votado pelo Congresso.

Veja abaixo a ordem de missão para recolhimento, que já está sendo cumprida.

The post Polícia Civil manda recolher armas, carteiras funcionais e acessórios de peritos em Rondônia appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
0
blogpainel https://painelpolitico.com <![CDATA[Governo cancela Rondônia Rural Show e vai destinar recursos para combate ao coronavírus]]> https://blogdopainel.com/?p=766 2020-04-06T17:23:36Z 2020-04-06T17:23:34Z Via blogdopainel

Seriam gastos R$ 2 milhões na feira que aconteceria de 26 a 30 de maio O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), anuncia aos parceiros, colaboradores e público em geral o cancelamento da 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional, prevista para acontecer no período de 26 a 30 […]

The post Governo cancela Rondônia Rural Show e vai destinar recursos para combate ao coronavírus appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
Via blogdopainel

Seriam gastos R$ 2 milhões na feira que aconteceria de 26 a 30 de maio

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), anuncia aos parceiros, colaboradores e público em geral o cancelamento da 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional, prevista para acontecer no período de 26 a 30 de maio de 2020, no município de Ji-Paraná. A medida corrobora com o esforço que o Governo de Rondônia tem realizado para combater a pandemia do coronavírus (Covid-19), para proteger a vida dos rondonienses, da mesma maneira a dos visitantes que se fariam presentes na 9ª edição do evento.

Conforme consta no ofício nº 1665/2020/GOV-RED assinado pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, serão remanejados à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) os recursos no valor acima de R$ 2,2 milhões destinados ao evento, com intuito de auxiliar as ações pertinentes ao combate do coronavírus (Covid-19).

A Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) será responsável por remanejar à Sesau os montantes que seriam empregados à execução da feira, e caberá à Secretaria de Estado de Finanças (Sefin) efetuar os trâmites pertinentes ao repasse à pasta em questão.

De acordo com o secretário da Seagri, Evandro Padovani, a 9ª edição da feira vai acontecer no final de maio de 2021. “Essa medida visa contribuir no combate ao coronavírus. Agradeço a todos os colaboradores e parceiros pela compreensão. Os investimentos para a feira deste ano serão destinados à Secretaria de Saúde e a 9ª edição acontecerá no próximo ano”, informou.

As informações são da Seagri

The post Governo cancela Rondônia Rural Show e vai destinar recursos para combate ao coronavírus appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
0
blogpainel https://painelpolitico.com <![CDATA[Em Rondônia, justiça nega pedido do MP para prorrogar isolamento e governo emite novo decreto]]> https://blogdopainel.com/?p=763 2020-04-05T13:57:15Z 2020-04-05T13:57:12Z Via blogdopainel

Para juiz plantonista, ‘não cabe ao Poder Judiciário invadir a competência do Poder Executivo de regulamentar leis’ O juiz de plantão do Tribunal de Justiça de Rondônia, Jorge Luiz dos Santos Leal, indeferiu na noite deste sábado (4) o pedido do Ministério Público de Rondônia (MP-RO) para que fosse prorrogado o decreto de calamidade pública para conter […]

The post Em Rondônia, justiça nega pedido do MP para prorrogar isolamento e governo emite novo decreto appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
Via blogdopainel

Para juiz plantonista, ‘não cabe ao Poder Judiciário invadir a competência do Poder Executivo de regulamentar leis’

O juiz de plantão do Tribunal de Justiça de Rondônia, Jorge Luiz dos Santos Leal, indeferiu na noite deste sábado (4) o pedido do Ministério Público de Rondônia (MP-RO) para que fosse prorrogado o decreto de calamidade pública para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus no estado.

O pedido do MP foi protocolado neste sábado, em ação civil pública, para que fosse prorrogado, por mais 15 dias, o prazo do decreto de calamidade pública, feito pelo Governo de Rondônia. Já que o prazo do documento termina hoje.

Na decisão o juiz destacou que não cabe ao Poder Judiciário invadir a competência do Poder Executivo de regulamentar leis, substituir ou ampliar o prazo de validade do decreto.

Ele ainda acrescentou que o caso “não é matéria simples que possa ser analisada e resolvida pelo magistrado de plantão em poucas horas, sem o auxílio de profissionais amplamente capacitados ou mesmo sem os dados necessários para apurar a efetiva necessidade das medidas requeridas pelo MP”.

Entre os argumentos do Ministério Público, estavam o fato do estado não ter prorrogado o decreto por “pressão do comércio e alinhamento ideológico com o Presidente da República”.

Ainda segundo o pedido do MP, a expiração da validade das medidas de restrição e isolamento social previstas no decreto de calamidade pública estabeleceriam um vácuo legislativo, autorizando o funcionamento de serviços não essenciais e do comércio em geral, eventos e reuniões. Situações onde a população ficaria completamente desprotegida em face da pandemia do novo coronavírus, contrariando às recomendações das autoridades sanitárias.

Decreto na madrugada

Na madrugada deste domingo o governo publicou decreto de calamidade pública, para fins de prevenção e enfrentamento à pandemia causada pelo novo Coronavírus, revogando alguns dispositivos do Decreto N° 24.887, que teve seu prazo de vigência finalizado no sábado (04).

O funcionamento de cinemas, teatros, bares, clubes, academias, banhos/balneários, casas de shows e boates, assim como atividades e serviços privados não essenciais, funcionamento de galerias de lojas e comércios, shopping centers, centros comerciais, continuam proibidos.

Cursos, missas, cultos, celebrações religiosas, eventos e reuniões de qualquer natureza, deverão ser realizadas por videoconferência ou outro meio tecnológico pertinente. Também foram adotadas medidas emergências no âmbito dos municípios.

Leia o decreto na íntegra:

The post Em Rondônia, justiça nega pedido do MP para prorrogar isolamento e governo emite novo decreto appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
0
blogpainel https://painelpolitico.com <![CDATA[Por ter agido rápido, Rondônia virou referência no combate a proliferação do coronavírus]]> https://blogdopainel.com/?p=755 2020-04-03T21:40:27Z 2020-04-03T21:35:49Z Via blogdopainel

A pandemia do coronavírus se alastrou pelo Brasil, mas Rondônia, um estado que recebe pessoas de todo o país, o tempo todo, tem um dos menores índices da doença, e isso foi graças a ação rápida do secretário de Saúde Fernando Máximo, que adotou medidas de isolamento antes mesmo do avanço da doença no país. […]

The post Por ter agido rápido, Rondônia virou referência no combate a proliferação do coronavírus appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
Via blogdopainel

A pandemia do coronavírus se alastrou pelo Brasil, mas Rondônia, um estado que recebe pessoas de todo o país, o tempo todo, tem um dos menores índices da doença, e isso foi graças a ação rápida do secretário de Saúde Fernando Máximo, que adotou medidas de isolamento antes mesmo do avanço da doença no país.

Com políticas duras como suspensão das aulas, fechamento do comércio e organizando o setor de saúde no Estado.

Fernando Máximo agiu rápido e vem conseguindo o melhor resultado entre os estados

Enquanto os vizinhos Acre e Amazonas sofrem com a ameaça de uma explosão de casos, em Rondônia a situação está relativamente tranquila, e só não está melhor devido a pressão que o governo vem sofrendo por parte de setores que querem o fim do isolamento.

Mas, o governo tem encontrado respaldo tanto no Ministério Público, quanto no Judiciário e Legislativo.

O prefeito de Ariquemes, por exemplo, anunciou que pretende liberar parte do comércio a partir da próxima semana, o que possivelmente será impedido pelo judiciário e MP, que seguem no sentido de manter o isolamento social, “é o que tem funcionado de verdade”, vem repetindo o secretário Fernando Máximo em suas entrevistas.

De fato, números do Ministério da Saúde desta sexta-feira confirmam que o secretário está correto. Rondônia segue na lista dos estados com menos casos em todo o país.

Até a tarde de sexta-feira (3) foram consolidados os seguintes resultados para Covid-19 em Rondônia:

Confirmados – 10

Óbito – 01

Pacientes internados confirmados com Covid-19 – 01

Aguardando resultado do Lacen – 165

Descartados – 518

Coronavírus: Casos Rondônia#DeusNosAbençoe

Posted by Fernando Máximo Máximo on Thursday, April 2, 2020

The post Por ter agido rápido, Rondônia virou referência no combate a proliferação do coronavírus appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
0
blogpainel https://painelpolitico.com <![CDATA[Em Rondônia, 5 empresas juntas devem em impostos, mais de 4,5 bi; tem até sogro de deputado]]> https://blogdopainel.com/?p=739 2020-04-02T12:54:37Z 2020-04-02T12:54:35Z Via blogdopainel

Em tempos de debates sobre a crise da saúde, coronavírus e falta de recursos para atender o básico da saúde pública, cinco empresas em Rondônia devem juntas, R$ 4.562.695.992,76 em impostos ao governo federal e estão inscritas na dívida ativa. Elas constam na lista de devedores da União. Entre os três maiores devedores está a […]

The post Em Rondônia, 5 empresas juntas devem em impostos, mais de 4,5 bi; tem até sogro de deputado appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
Via blogdopainel

Em tempos de debates sobre a crise da saúde, coronavírus e falta de recursos para atender o básico da saúde pública, cinco empresas em Rondônia devem juntas, R$ 4.562.695.992,76 em impostos ao governo federal e estão inscritas na dívida ativa.

Elas constam na lista de devedores da União. Entre os três maiores devedores está a Caerd, que deve R$ 1.052.272.755,44. A segunda maior inadimplente é a Gidan Indústria e Comércio de Alimentos e Produtos de Limpeza, com uma dívida de R$ 1.542.815.110,08.

A maior devedora é a J.C. Indústria e Comércio de Produtos de Limpeza com um débito de R$ 1.543.087.229,93.

Veja abaixo os 5 maiores devedores de Rondônia:

A relação também mostra outros inadimplentes conhecidos. Um dos maiores sonegadores é o ex-deputado estadual e ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Natanael José da Silva, que tem débitos como pessoa física e jurídica. A distribuidora de bebidas São Miguel Arcanjo (Dismar) que tinha Natanael como sócio, deve R$  136.867.730,65. E o próprio Natanael deve R$ 71.455.983,43.

Outro nome conhecido que consta na relação é o sogro do deputado federal Expedito Netto, Reinaldo Selhorst, com uma dívida de R$ 192.955.326,72.

Também consta na relação de devedores, José Joaquim dos Santos, o “Zezinho do Maria Fumaça“, com um débito de R$ 6.061.393,33, o ex-deputado estadual Jidalias dos Anjos Pinto, o “Tiziu Jidalias“, R$ 3.105.325,13.

Se essa turma pagasse os impostos devidos, que juntos representam quase o orçamento anual do Estado de Rondônia, daria para resolver a crise provocada pelo coronavírus.

The post Em Rondônia, 5 empresas juntas devem em impostos, mais de 4,5 bi; tem até sogro de deputado appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
0
blogpainel https://painelpolitico.com <![CDATA[Amizade de Marcos Rocha com Bolsonaro não ajudou em nada o Estado]]> https://blogdopainel.com/?p=727 2020-03-29T15:18:17Z 2020-03-29T15:18:07Z Via blogdopainel

O governador Marcos Rocha está vivendo um dilema. Em 2018 alardeou sua proximidade com o Jair Bolsonaro, e isso lhe rendeu a vitória nas eleições. Rocha ficou tão grato, que largou a própria cerimônia de posse pela metade, para acompanhar a do presidente em Brasília. Passou todo o ano de 2019 falando sobre como sua […]

The post Amizade de Marcos Rocha com Bolsonaro não ajudou em nada o Estado appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
Via blogdopainel

O governador Marcos Rocha está vivendo um dilema. Em 2018 alardeou sua proximidade com o Jair Bolsonaro, e isso lhe rendeu a vitória nas eleições. Rocha ficou tão grato, que largou a própria cerimônia de posse pela metade, para acompanhar a do presidente em Brasília.

Passou todo o ano de 2019 falando sobre como sua amizade com o presidente estava ajudando o Estado. Nada aconteceu. Rondônia continua com a mesma infraestrutura. Rocha, em suas postagens no Facebook, mostrou fotos de suas idas a capital federal, imagens abrindo mapas e croquis de projetos, mas tudo ficou por isso mesmo, apenas papel.

Ai o destino lhe pregou uma peça. O coronavírus chegou. Rocha agiu de forma surpreendente, talvez por que ele próprio tenha enfrentado um princípio de pneumonia no início do ano, estabeleceu quarentena e ‘fechou geral’.

Mas seu ‘amigo’ fez o contrário. Tal qual o ‘tiozão do zap’, aquele que fica repetindo teses amalucadas, sem nenhuma comprovação científica (até porque não sabe o que é ciência), Jair Bolsonaro, por birra com Wilson Witzel (RJ) e João Dória (SP), que ele enxerga como adversários em 2022, passou a atacar os governadores que adotaram medidas restritivas.

Alguns integrantes do chamado “setor produtivo” de Rondônia, aproveitaram o embalo e pressionaram Marcos Rocha, “ou ele é Bolsonaro ou é ‘esquerdista'”. Para complicar ainda mais, o próprio Bolsonaro resolveu, por conta, “abrir o Brasil”. Rocha, ainda que timidamente, recuou em seus decretos e decidiu ‘abrir gradualmente’, mesmo indo contra suas crenças.

Mas, felizmente ainda existem juízes responsáveis. Decisões judiciais enquadraram o ainda presidente e Marcos Rocha tem se feito de ‘gato morto’.

Para complicar, se indispôs com 25 governadores ao sumir do debate sobre a carta dos mandatários, que criticaram o comportamento de Jair Bolsonaro frente à crise e, entre outras coisas, pediram que a União suspendesse o pagamento das dívidas dos estados por 12 meses, viabilização emergencial de recursos, aprovação imediata do Regime de Recuperação Fiscal, apoio para adquirir equipamentos e liberação de recursos ligados às perdas da Lei Kandir, que isentou a exportação de alguns produtos da cobrança do ICMS (taxa estadual).

Rocha, assim como o laranjinha Romeu Zema (MG), não quiseram se ‘indispor’ com Bolsonaro. Em Minas, o governador foi duramente criticado pela população e pelo legislativo. Em Rondônia, é como se não tivesse acontecido nada.

Rocha se gabou de ter conseguido a “suspensão do pagamento da dívida do Beron“, uma patacoada criada ainda por Valdir Raupp e FHC no festival de privatizações, que enriqueceu um bando de oportunistas ladrões e deixou uma dívida impagável ao Estado.

Para se ter uma idéia, em 2018 o montante, segundo a União era de 2,53 bilhões, enquanto o Estado alegava ser de 650 milhões. Mas isso é assunto para um segundo momento, voltemos as ‘amizades’.

A suspensão desse pagamento é o mínimo do mínimo que Marcos Rocha poderia ter obtido. Como Rocha é ‘amigo de Bolsonaro’, deveríamos estar tendo prioridade como abertura de linhas de crédito, ampliação da rede pública de saúde, perdão ou redução de dívidas, finalização da transposição dos servidores públicos, até mesmo no reajuste do preço do café o Estado foi prejudicado.

Rondônia é um Estado que faz fronteira com a Bolívia, é a única rota terrestre de acesso ao Acre e é um dos poucos Estados que não está no vermelho.

Mas, não graças aos últimos governadores (Confúcio/Rocha) e sim a equipe do Tribunal de Contas, decisões judiciais que estabeleceram cortes e até o legislativo, que reduziu absurdamente os gastos, que tiveram início ainda na legislatura de Valter Araújo e foi sendo mantido e ampliado até hoje, com Laerte Gomes.

Só a título de comparação, em 2012 o orçamento da Assembleia foi de 178 milhões. Agora em 2020 esse orçamento está em 238 milhões, sendo que 60 milhões foram devolvidos ao Executivo, ou seja, a Assembleia está mantendo os mesmos valores. Os repasses são calculados sobre o percentual da arrecadação.

A amizade Rocha/Bolsonaro só tem rendido dor de cabeça a Rocha. Bolsonaro jogou no colo dos governadores o alto preço dos combustíveis e chegou a propor a redução zero. Rocha se fez de desentendido. Ignorou os protestos populares e não mexeu mais no assunto. Agora veio o coronavírus. E passada essa crise, que deve acontecer até o fim desse ano (projeções mais otimistas) como estará o novo mapa do Brasil? Bolsonaro derrete a cada dia, Marcos Rocha vai sobreviver a isso?

Sem levar em conta que Bolsonaro trata Rocha igual Trump trata Bolsonaro. Faz um afago, um elogio, e não o favorece em nada. É uma espécie de ‘macarrão’ do Bruno. Quando o sapato apertar, a amizade vai acabar.

A percepção de que Bolsonaro está acabado é notada nas principais capitais do país. Redutos bolsonaristas estão cada vez menores. A tentativa de ‘o Brasil não vai parar’ foi um ato para manter o apoio de setores da economia que ainda resistem a enxergar que a crise causada pelo coronavírus mudou o mundo, e vai modificar ainda mais. A normalidade que tínhamos até o mês passado, vai ser totalmente diferente quando esse ápice passar. Viagens, restaurantes, bares, shoppings, todos teremos que nos reinventar em termos de vida social, mas falta a Bolsonaro clareza sobre isso. Não por acaso, levou uma ‘dura’ de seu ministro da saúde neste sábado.

Os movimentos de ‘apoio’ ao capitão se resumem aos grupos mais negacionistas, radicais que vivem em um universo paralelo, que acreditam na boa fé dos norte-americanos e querem a volta do AI-5 e fechamento de Congresso. Em períodos normais esses grupos se sustentam, mas quando enfrentamos uma crise global, que a realidade choca com caminhões de corpos sendo transportados, e anúncios de mortes em todos os cantos do mundo, eles perdem o discurso e a força.

Marcos Rocha e Jair Bolsonaro

A reação atabalhoada de Bolsonaro não encontra eco sequer em seu amigo Marcos Rocha, que vem escapando tal qual um bagre ensaboado, mas a cobrança já está vindo. E Rocha erra ao atrelar seu destino político a um Jair Bolsonaro. Já devia ter construído sua própria identidade como político e mostrado a que veio.

Ele ainda não entendeu que amigos, amigos, política à parte!

The post Amizade de Marcos Rocha com Bolsonaro não ajudou em nada o Estado appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
0
blogpainel https://painelpolitico.com <![CDATA[Prefeitura de Porto Velho informa primeira morte por suspeita de Covid-19]]> https://blogdopainel.com/?p=718 2020-03-26T15:46:28Z 2020-03-26T15:46:25Z Via blogdopainel

A prefeitura de Porto Velho emitiu nota na manhã desta quinta-feira comunicando a morte de um homem de 83 anos que pode ter morrido em função de infecção causada pelo coronavírus. Leia a nota na íntegra: NOTA PÚBLICA A Prefeitura de Porto Velho através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), comunica que foi registrado às […]

The post Prefeitura de Porto Velho informa primeira morte por suspeita de Covid-19 appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
Via blogdopainel

A prefeitura de Porto Velho emitiu nota na manhã desta quinta-feira comunicando a morte de um homem de 83 anos que pode ter morrido em função de infecção causada pelo coronavírus.

Leia a nota na íntegra:

NOTA PÚBLICA

A Prefeitura de Porto Velho através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), comunica que foi registrado às 6h50, desta quarta-feira 25 de março de 2020, o óbito de um homem de 83 anos, suspeito do novo coronavírus (COVID-19) em Porto Velho. O paciente faleceu após dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento – UPA Leste em decorrência de síndrome aguda respiratória e hipertensão arterial sistêmica.

O resultado do exame que confirmará se a causa da morte foi em decorrência do COVID-19 ficará pronto nesta quinta-feira, 26.

Comdecom

The post Prefeitura de Porto Velho informa primeira morte por suspeita de Covid-19 appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
0
blogpainel https://painelpolitico.com <![CDATA[Makro fecha loja em Porto Velho e não é por coronavírus]]> https://blogdopainel.com/?p=714 2020-03-26T14:36:11Z 2020-03-26T14:36:11Z Via blogdopainel

A rede holandesa atacadista Makro vai fechar as portas de sua loja em Porto Velho, que há tempos já não andava “bem das pernas”. A empresa fechou recentemente em Vitória (ES) e pegou todo mundo de surpresa, incluindo os funcionários. A de Porto Velho será a sétima loja da rede fechada neste ano. Já tiveram […]

The post Makro fecha loja em Porto Velho e não é por coronavírus appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
Via blogdopainel

A rede holandesa atacadista Makro vai fechar as portas de sua loja em Porto Velho, que há tempos já não andava “bem das pernas”. A empresa fechou recentemente em Vitória (ES) e pegou todo mundo de surpresa, incluindo os funcionários.

A de Porto Velho será a sétima loja da rede fechada neste ano. Já tiveram operações encerradas as lojas dos estados de Minas Gerais (3 lojas), Espírito Santo (duas) e Bahia (1).

Na ocasião dos fechamentos em Minas, a empresa emitiu nota afirmando:

“A venda da operação de três unidades em Minas Gerais é um movimento que visa garantir maior eficiência operacional da companhia, assegurando a sustentabilidade do negócio por meio da priorização e diversificação de investimentos já para 2020”. 

Em Porto Velho, já tem gente na expectativa de um grande “queima de estoque”. Já os funcionários querem apenas o pagamento de suas rescisões.

No site da empresa, a loja de Porto Velho não aparece mais.

Quando a loja abriu, em outubro de 2008, foi um enorme sucesso. Filas quilometricas de veículos se formaram ao longo da BR 364. Mas logo em seguida, em 2010, a rede Carrefour abriu o Atacadão, que terminou ofuscando a rede holandesa.

The post Makro fecha loja em Porto Velho e não é por coronavírus appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
0
blogpainel https://painelpolitico.com <![CDATA[A pergunta é: onde está o dinheiro?]]> https://blogdopainel.com/?p=712 2020-03-26T11:25:46Z 2020-03-26T11:25:44Z Via blogdopainel

Em função da pandemia do coronavírus, os cofres foram abertos sem dó nem piedade em Rondônia. Assembleia cortou, Tribunal de Contas cortou, até o TJ e MP deram um jeitinho de enxugar para sobrar dinheiro. A pergunta que fica é, o que foi feito de efetivo com esses recursos até agora? Falou-se em dinheiro para […]

The post A pergunta é: onde está o dinheiro? appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
Via blogdopainel

Em função da pandemia do coronavírus, os cofres foram abertos sem dó nem piedade em Rondônia. Assembleia cortou, Tribunal de Contas cortou, até o TJ e MP deram um jeitinho de enxugar para sobrar dinheiro.

A pergunta que fica é, o que foi feito de efetivo com esses recursos até agora? Falou-se em dinheiro para comprar respiradores, ampliar rede de UTI, melhorar a rede pública de saúde.

Porém, de concreto mesmo até agora só o decreto que reduziu gente nas ruas e fechou comércio (medidas válidas, diga-se de passagem) mas que estão sendo revistas em nome da ‘recuperação econômica’.

Tá, e os 10 milhões que a Assembleia repassou para compra de respiradores, cadê esses equipamentos? Onde estão os 50 milhões que o TCE entregou ao Executivo estadual ainda ano passado para ajudar na construção do novo João Paulo II?

Entre todas as medidas adotadas pelo governo de Rondônia, nenhuma teve como foco um reforço ou complemento do auxílio proposto pelo governo federal de pagar 200,00 para trabalhadores autônomos ou famílias em situação de risco econômico, e pelo rumo que as coisas estão tomando, em no máximo uma semana, o país deve voltar a normalidade (mesmo com risco de ampliar o número de infectados), e o ‘dinheiro excedente’?

A população espera que pelo menos a rede pública de saúde do estado melhore, já que as torneiras estão abertas e os canos estourados, no que diz respeito as compras para o setor.

The post A pergunta é: onde está o dinheiro? appeared first on Blog do Painel Político - Alan Alex.

]]>
0