Governo publica decreto e Porto Velho volta para Fase 1; veja o que abre

Envie para seus amigos

O governo publicou decreto que retorna Porto Velho para a Fase 1 do plano de reabertura de 4 fases, que está em andamento. Vários municípios já avançaram para a 3 fase, mas a capital, que deveria avançar, retrocedeu devido ao aumento no número de casos de coronavírus.

Na segunda-feira, uma audiência de conciliação que durou quase 6 horas, promovida pelo juiz Edenir Sebastião, definiu que a capital permanecerá na Fase 1 pelos próximos 14 dias, quando será feita uma nova avaliação. Até lá a prefeitura não vai decretar lockdown, conforme o prefeito Hildon Chaves vinha querendo. Veja as atividades permitidas nesta fase, e mais abaixo, o decreto editado pelo governo.

NA FASE 1, AS ATIVIDADES QUE FUNCIONAM SÃO:

a) Açougues, panificadoras, supermercados e lojas de produtos naturais;

b) Atacadistas e distribuidoras;

c) Serviços funerários;

d) Hospitais, clínicas de saúde, clínicas odontológicas, laboratórios de análises clínicas e farmácias;

e) Consultórios veterinários e pet shops;

f) Postos de combustíveis, borracharias e lava-jatos;

g) Oficinas mecânicas, autopeças e serviços de manutenção em geral;

h) Serviços bancários, contábeis, lotéricas e cartórios;

i) Restaurantes e lanchonetes localizadas em rodovias;

j) Restaurantes e lanchonetes em geral, para retirada (drive-thru e take away) ou entrega em domicílio (delivery);

k) Lojas de materiais de construção, obras e serviços de engenharia;

l) Lojas de tecidos, armarinhos e aviamento;

m) Distribuidores e comércios de insumos na área da saúde, de aparelhos auditivos e óticas;

n) Hotéis e hospedarias;

o) Segurança privada e de valores, transportes, logística e indústrias;

p) Comércio de produtos agropecuários e atividades agropecuárias;

q) Lavanderias, controle de pragas e sanitização;

r) Outras atividades varejistas com sistema de retirada (drive-thru e take away) e entrega em domicílio (delivery);

Deixe um comentário