fbpx

Marcelo Cruz emplaca amigo que tem empresa “ligada à cultura e à arte” como residente do DER em vaga que era ocupada por engenheira

O Departamento de Estradas e Rodagens está numa situação realmente difícil, e ainda mais complicada para quem trabalha no órgão.

Nesta semana, recebemos a informação que o deputado estadual Marcelo Cruz conseguiu nomear, na vaga de residente do DER, seu amigo pessoal e ex-assessor Mezaque Rocha Couto, no lugar da engenheira Eliza Elis Henz que havia sido indicada para a Residência de Porto Velho pelo vice-governador Zé Jodan, ou seja, Cruz ainda ocupou um espaço político dentro do DER. Mezaque acompanha Cruz desde a Câmara de Vereadores.

Mezaque era assessor de Cruz na Câmara

O DER vem atravessando um momento delicado desde que o governador Marcos Rocha nomeou para a direção, o agente penitenciário formado em Direito, Elias Rezende, que anda viajando bastante acompanhado de uma comitiva que às vezes chega a ser maior que a do próprio governador.

Enquanto isso, estradas na região de Porto Velho estão completamente abandonadas, conforme mostramos na semana passada.

A nomeação de Mezaque foi em 21 de maio deste ano. Até então ele estava lotado no gabinete de Marcelo Cruz, onde recebia pouco mais de R$ 6 mil de salário.

Ela também representa uma perda importante para o vice-governador Zé Jodan, que foi alvo de uma operação da Polícia Federal acusado de um intrincado esquema de sonegação fiscal. 

Cultura e arte

Mezaque Rocha do Couto figura como proprietário de duas empresas, a “Associação Acreditar”, cuja descrição é “Atividades de organizações associativas ligadas à cultura e à arte” e do Instituto de Comunicacao e Educacao Social do Estado de Rondonia-Ro-Ices, que tem como atividade, Serviços de comunicação multimídia.

Esse é o currículo da pessoa responsável pelas estradas da região da grande Porto Velho.

Era interessante o MP dar uma olhada nas emendas do deputado Marcelo Cruz. É bem provável que a Associação Acreditar seja uma das beneficiadas com recursos. Em 2019, a Acreditar recebeu da SEAS, R$ 345 mil, conforme o extrato abaixo:

Recursos recebidos da SEAS
Empresas de Mezaque Rocha do Couto
Nomeação de Mezaque
O novo residente do DER em Porto Velho
Mezaque era lotado na ALE

Deixe um comentário

Total
5
Share