fbpx

Notas aleatórias de segunda-feira; Secretário de saúde pode ter infectado primeira dama e governador com Covid-19

Envie para seus amigos

A partir desta segunda-feira vou estar postando aqui notícias curtas, notas aleatórias sobre fatos que são curtos demais para escrever uma matéria. Vamos a elas.

Corongados

O governador Marcos Rocha e a primeira dama podem ter sido infectados pelo coronavírus através do secretário de saúde Fernando Máximo que está internado, mas se recupera bem. Eu havia dito isso na semana passada, quando Máximo declarou estar doente. Ele se tratava em casa, quando teve uma piora e foi para a UTI. A primeira dama, Luana Nunes testou positivo e o governador disse que ‘vai fazer quarentena com ela’. Nas redes sociais, a conversa é que Rocha e esposa estão de quarentena desde que assumiram o governo…

Coma induzido

Também nas redes sociais circula a maldade que o deputado estadual Jean de Oliveira vai aproveitar que está em São Paulo se recuperando da infecção causada pelo coronavírus, para mandar dizer que ‘está em coma induzido até o fim do ano’, por conta da tentativa de surrupiar um seringal em Rondônia, que foi descoberto pela Polícia Federal e os detalhes vazados pela Folha de São Paulo.

Sobre Jean

O presidente da Assembleia, Laerte Gomes disse que “o que se tem até o momento são denúncias feitas em um inquérito policial. Só podemos nos manifestar quando, e se, houver um processo judicial”.

Colega de classe

O novo ministro da Educação, Milton Ribeiro, foi colega de classe do juiz Francisco Borges Ferreira Neto, que atualmente está no Tribunal Regional Eleitoral, mas seu currículo carrega ainda os cargos de vice-presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron) e, atualmente, é juiz titular da 1ª Vara Criminal de Porto Velho.

Solidariedade

Semana passada falei aqui sobre a estranha partilha de recursos nas eleições de 2018 pelo Solidariedade, que deu R$ 240 mil de grana do fundo eleitoral para uma candidata a deputada que não a menor chance de ser eleita, em detrimento a dois candidatos que poderiam estar na Assembleia de Rondônia, e não foram por falta de dinheiro. O novo presidente do Solidariedade no Estado, ex-governador Daniel Pereira ligou para dizer que o partido já está com contador novo e conseguiu na semana passada, receber depois de muito tempo, recursos da nacional, exatamente por ter colocado as contas em dia.

Deixe um comentário