Close

PM de RO diz que “cortou na carne” e quer realinhamento salarial de 30%

A Polícia Militar de Rondônia alega ter feito um estudo e uma série de “cortes internos” e com isso poderá garantir um realinhamento salarial de 30%, mas o governo ainda não bateu o martelo.

De acordo com o comandante Marcelo Duarte, esse valor será possível devido a “uma postura nunca antes vista, lutaram para que a proposta estudada pela instituição, 30% de recomposição salarial, cortando os gastos por dentro, aproveitando a economia que cada policial construiu com o uso da tecnologia embarcada, com o TCO, registros de Boletins de Ocorrências já no local dos fatos.”

Enquanto isso, Polícia Civil e servidores da Saúde não tem de onde cortar, então a tão sonhada isonomia com a PM vai ter que esperar.

LEIA+
URGENTE: Decreto da prefeitura libera funcionamento do comércio em Porto Velho

Jornalista, consultor em comunicação e gestão de crise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments
Total
1
Share
scroll to top