Close

PM de RO é acusada de ignorar ataques à templo de umbanda, em Porto Velho

A Federação dos Cultos Afro-religiosos, Umbanda e Ameríndios do Estado de Rondônia, divulgou uma carta aberta em repúdio a um suposto descaso da Polícia Militar de Rondônia, com ataques sistêmicos que estariam ocorrendo em um terreiro de umbanda em Porto Velho, praticados pelo vizinho do templo.

De acordo com a carta, no último sábado, 14, o homem teria invadido, mais uma vez, o terreiro e destruído imagens, alimentos, bebidas e ainda teria batido e quebrado o carro de uma das filhas da mãe de santo, Tawanna Vale Lopes Silva. As vítimas ligaram para a Polícia Militar, que alegou não ter encontrado o endereço e encerrou a ocorrência.

Veja abaixo a íntegra da carta repúdio:

O espaço está aberto para que a Polícia Militar se pronuncie sobre o ocorrido.

LEIA+
Familiares de presos estão sendo vítimas de golpes em RO e MP emite alerta

Jornalista, consultor em comunicação e gestão de crise

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments
Total
22
Share
scroll to top