fbpx

“Realinhamento já”, pedem esposas dos PMs de Rondônia que marcam assembléia para dia 6/3

Envie para seus amigos

As esposas dos policiais e bombeiros militares de Rondônia agendaram para sexta-feira, 6, às 16 horas, a primeira assembleia para reivindicar o realinhamento salarial da categoria. Ada Dantas, que é vereadora e esposa do presidente da Associação dos Praças e Familiares da PM e BM RO, Jesuíno Boabaid, divulgou vídeo convocando as esposas para discutirem o realinhamento, que segundo ela, “não pode ficar atrelado ao de outras categorias”, como quer o governo e como parte da Assembleia Legislativa já se comprometeu.

O impasse está no fato que a Polícia Civil cobra isonomia com a Polícia Militar, alegando não ter tido reajuste salarial desde o governo Ivo Cassol, e os deputados também estão sofrendo pressão dos servidores da Saúde.

O uso das esposas e familiares foi uma estratégia que os militares arrumaram para não serem enquadrados em motins, como o que aconteceu no Ceará. O grande problema é que, quando elas se amotinam, a PM faz vista grossa e até ajuda, como ocorreu no passado em Rondônia.

Por enquanto a convocação é para uma “assembleia pacífica, sem fechamento de quarteis ou protestos”.

Mas, esse deverá ser o maior desafio a ser enfrentado por Marcos Rocha em seu governo, que até agora não se mexeu para resolver o impasse. Os deputados estaduais estão sendo cobrados e cobram do Executivo uma solução. Pelo jeito, o governo só vai se mexer quando a panela de pressão explodir.

Deixe um comentário