fbpx

Realinhamento salarial vai ser apenas para a PM, diz deputado da categoria

Envie para seus amigos

O deputado estadual Cabo Jhony Paixão, disse nesta segunda-feira, 9, que as tratativas para o realinhamento salarial da Polícia Militar e Bombeiros de Rondônia “estão avançando” e segundo ele “o que se acena é com um chamado ‘corte por dentro’, de recursos da própria pasta, não sendo, portanto um aumento salarial. Mas, um realinhamento, possível com orçamento próprio, que está sendo estudada a forma como isso será feito”, explicou.

O parlamentar disse ainda que o realinhamento será concedido apenas para os militares, “em reunião com as entidades que representam a categoria com o Governo, ficou definida que as que iniciaram as tratativas, devem permanecer nas negociações, sem a entrada de nenhuma nova entidade, para entrar em entendimento com o Executivo e fazer o melhor para a tropa”. No caso ele se referia à Assfapom, que reúne familiares de militares.

Na última sexta-feira, a Assfapom, que tem capacidade de agregação maior, reuniu mulheres de policiais em vários municípios do Estado. Elas não aceitam um realinhamento de 5%, como vem sendo discutido. E todo mundo sabe que, quem manda em casa de PM é a mulher. Ao menos é o que indicaram os últimos movimentos promovidos por elas em Rondônia.

Enquanto isso, Polícia Civil e Saúde, aguardam…ficam “à espera de um milagre”

Deixe um comentário