Close

Rondônia já registra 32 casos de Covid-19, confirma Sesau

Ariquemes, cidade que prefeito quer abrir o comércio, registrou os dois primeiros casos

A secretaria de Saúde do Estado confirmou na manhã desta sexta-feira, 4 novos casos de coronavírus em Rondônia, sendo dois em Rolim de Moura e 2 em Ariquemes. Com isso, sobe para 32 o número de casos. Vale destacar que Rondônia figura entre os 5 estados com menor índice de transparência na divulgação do Covid-19 no Brasil.

O Estado demorou a fazer exames, muitos casos ‘passaram batidos’ e, mesmo assim, ainda figura com uma das regiões com menor número de doentes.

A cidade de Ariquemes, que registrou os dois primeiros casos oficialmente, tem um prefeito que quer reabrir o comércio de qualquer jeito e provocou uma verdadeira ‘guerra de liminares’ por causa dessa decisão.

Especialistas afirmam que Rondônia deve passar por uma explosão de casos nas próximas semanas, principalmente no interior, onde a população vem pressionando para acabar com as medidas de isolamento. À conferir quem tem razão, os médicos ou os políticos.

É possível estar com a COVID-19 por até 14 dias antes de apresentar os sintomas, que são febre, cansaço e tosse seca. A maioria das pessoas (cerca de 80%) se recupera da doença sem a necessidade de tratamentos especiais.Em casos mais raros, ela pode ser grave e até fatal. Idosos e pessoas com outras condições médicas (como asma, diabetes e doença cardíaca) são mais vulneráveis a quadros sérios.

Possíveis sintomas:

Tosse

Febre

Cansaço

Dificuldade para respirar (em casos graves)

Não há nenhum medicamento específico para tratar ou prevenir o coronavírus (COVID-19). Algumas pessoas podem precisar da ajuda de aparelhos para respirar.

Autocuidados – Se você apresentar sintomas leves, fique em casa até se recuperar. Para aliviar os sintomas: descanse e durma; mantenha o corpo aquecido; beba bastante líquido; use um umidificador de ar ou tome um banho quente para aliviar a tosse e a dor de garganta.

Tratamentos médicos – Se você tiver febre, tosse e dificuldade para respirar, procure atendimento médico. Ligue antes de ir ao local e avise os profissionais de saúde se você tiver viajado ou tido contato com alguém que voltou de viagem recentemente.

Jornalista, consultor em comunicação e gestão de crise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments
Total
7
Share
scroll to top