Close

Seis anos após invasão, prefeitura de Porto Velho retira ambulantes que ocupavam praça, mas por ordem judicial

Praça Jonathas Pedrosa foi ocupada por camelôs em 2014, por cheia do Madeira e eles saíram sob protestos após ação policial

Porto Velho é uma cidade que tem quatro praças em sua região central, sendo que duas delas, a Marechal Rondon e Jonathas Pedrosa haviam sido ocupadas por ambulantes após a enchente ocorrida na cidade em 2014.

+ de 3,7 mil ouvintes. Confira nosso podcast

Em 2015, a praça Marechal Rondon que fica em frente ao antigo fórum criminal foi desocupada, pelo óbvio motivo de atrapalhar o acesso ao prédio do judiciário. Mas a Jonathas Pedrosa, um pouco mais adiante continuou ocupada, só que também com parte dos ambulantes desalojados da Marechal Rondon. E o que era para ser ‘provisório’ se arrastou por longos seis anos.

Nesta quinta-feira, cumprindo determinação judicial por conta de uma ação movida pelo Ministério Público, a prefeitura retirou os ambulantes que estavam ocupando a Jonathas Pedrosa.

Houve protestos, confusão, mas era necessário. Porto Velho é uma cidade que precisa ser melhor cuidada, nem que seja por força de ordem judicial, já que quem prometeu que faria isso na campanha…

LEIA+
Prefeitura de Porto Velho abre agendamento para vacinação a partir dos 78 anos

Jornalista, consultor em comunicação e gestão de crise

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments
Total
2
Share
scroll to top