Close

Setor de turismo e transporte caiu 91,5% na terceira semana de abril; veja o relatório de impacto econômico no varejo

Relatório da Cielo mostra que apenas farmácias e supermercados tiveram crescimento em meio a pandemia

A Cielo divulgou um relatório de impacto do coronavírus no setor varejista no Brasil entre março e abril e os dados mostram que apenas os setores de farmácias e supermercados registram aumento em meio a pandemia.

O setor de farmácias aumentou 1,6% na média, sendo que o maior aumento (18,6%) foi registrado nas três primeiras semanas de março. Da quarta semana de março até a terceira semana de abril, o setor vem registrando redução o que resultou na média de 1,6%.

Já os supermercados e hiper, registram altas consecutivas, sendo a maior foi nas três primeiras semanas de março, com 22,5%. A quarta semana de março registrou uma leve alta de 5,7% e nas três primeiras semanas de abril um acumulado de 40,4%, sendo 11,8% na primeira semana do mês, 10,9% na segunda semana e 17,7% na terceira. A média do período ficou em 16,1%.

O relatório também aponta para uma verdadeira tragédia econômica no setor de turismo e transporte, que vem em queda livre desde março. Nas três primeiras semanas reduziu -41,9%. Na quarta semana de março chegou apresentar redução de -91,7, e fechou a terceira semana de abril em -91,5%. O acumulado do período é uma queda de -67,8%, e são números realmente assustadores, tendo em vista que é um setor que engloba as companhias aéreas, hotéis, agências de viagens e pousadas. Veja abaixo a íntegra do relatório da Cielo:

LEIA+
Marcos Rocha diz que quer 'perdoar dívida da Energisa' para ajudar a salvar vidas; veja vídeo

Jornalista, consultor em comunicação e gestão de crise

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments
Total
14
Share
scroll to top